We use cookies to customize content and advertising, to provide social media features, and to analyze traffic to our site. We also share information about your use of our site with our trusted social media, advertising and analytics partners. Read more.
  •    
  •    
  •    

    Um Barril de Rap / Lyrics

    Playlist 0 Rate 0 Like & Share Print Email Play

    "Negro é foda" Lyrics

    Um Barril de Rap

    new!
    Album:
    Genre:
    Duration:00:03:07
    Rank: (−)
    Rate:
    −/5 from 0 users
    Charts: view all »
    Referring urls:view all »

    Video

    Lyrics

    Desde que o quadrúpede transformou em megalópole
    Que eu quero um lote em Júpiter, longe de pirenópolis
    Me senti o Guliver, na rua Oliver
    Lúcifer é um dobermann, você não se sente um hamster?

    Janela da alma eu vejo o lado de fora da jaula
    Que a pele encapa, a pele enruga a pele rasga
    Escuta se eu não gozar a fuga a culpa não serviu de nada

    Reparou que eu parei de parar
    Porque você acelerou num vicio circular
    Diga me mais sobre o trabalho, ele não faz pirar?
    Que não é o cheiro de dinheiro que faz respirar

    Com essa visão tão míope e esse olfato gripe, preciso da trip
    A solidão é um chip, eu sou the black sheep
    A grana cai num kick e sai, tem que ter pique uai...

    Meu coração faz cambalhotas feito um acrobata
    Meu estômago se dobra feito um ioga
    Meu corpo inverga igual um pé de cabra
    Minha alma vibra igual um vidro de pólvora

    Quem tem a cura do ebola fabricou a raiva
    Essa é minha linguagem como um poliglota
    Eu pareço ser um idiota e você sensata
    Eu tô sem saco pra te provar tudo que o mundo prova

    Cara, cê quer saber o que é mais hilário
    Isso daqui não é uma letra é um documentário
    Que tenta falar de tempo sem falar de horário
    Você é internacional, eu sou interplanetário

    Nós somos a mudança dessa era
    Proibimos armas, legalizamos ervas
    Nada é tão pra essa galera
    O futuro não é novo é uma mulher velha

    Eu tô fora de mim, para de rir
    Sou nômade e ela quer ser meu conjugue
    Juro não enlouqueci, seu nome é Jasmim
    Eu sou Aladin, por ti posso roubar mc donald

    Atiraram pedras no paraquedas
    Me esborrachei acho que quebrei as duas pernas
    Sinto que quebrou, muita dor no maxilar
    Mas a fome é maior que a dor ainda posso mastigar

    Eu também sinto essa fome de tudo
    Todo mundo tem fome de tudo no mundo, todo
    é ter fome é o nome do mundo
    O povo tem nome pra tudo e o mundo tem fome de novo

    Hoje eu gostei da lua, eu sou lunático
    Eu procurei a verdade, fui verídico
    Aceitei seu caô, fui simpático
    E quando quero aparecer sou invisível!
    This song was submitted on November 28th, 2016.
    Lyrics licensed by LyricFind.

    Songs you may also like

    Contributors

    leaderboard activity

    Comments

    Facebook (0) LetsSingIt (0)