We use cookies to customize content and advertising, to provide social media features, and to analyze traffic to our site. We also share information about your use of our site with our trusted social media, advertising and analytics partners. Read more.
  •    
  •    
  •    

    Xará / Lyrics

    Playlist 0 Rate 0 Like & Share Print Email Play

    "Além da Razão" Lyrics

    Xará

    new!
    Album:
    Genre:
    Duration:00:00:00
    Rank: (−)
    Rate:
    −/5 from 0 users
    Charts: view all »
    Referring urls:view all »

    Video

    Lyrics

    [Intro: Sample]
    *Além da razão*

    [Verso 1: Xará]
    Paredes narram círculos nas plantações
    Alarmes disparam, os carros param
    "Assalamu alaikum" eles saudaram
    Luzes tomam vidas mãos afagam, mas os calos falam
    Ódio cega, eu sei o mal que ele me faz
    Viu Hamas, as FARC, sei no que eles são iguais
    Fábula do antraz, M.E.C. o novo Reich
    Tanto celebraram a paz que eles não se entregam mais
    O Iraque cheira a gás, pára de câo
    Que além da razão vem ganância e ele cobiçou
    E também soube ter, demandou pra pretender
    Tamagotchi foi e eu demorei pra ver
    Que eles sempre querem mais, e ainda podem ter
    Aramaico, alemão, árabe vão dizer
    Que alma é transcender, vida é prosperar
    Sonho é pra envolver, morte é se calar

    [Refrão: Xará]
    Resta tu saber, irmão, pra que chorar?
    Deixa a pele arder até o sol passar
    A mente se expandir, se aguçar
    Tudo que faltou viver volta a amar
    Resta tu saber, irmão, pra que chorar?
    Só não se perder, o chão tá no lugar
    Tudo que faltou viver volta a amar
    Se a vida segue *Além da razão*

    [Verso 2: Xará]
    Tudo bem, eu também ouço vozes
    Vejo vultos mas não tem ninguém
    Dias sem dormir, as imagens vem
    Além da razão vi minha mãe, logo quem
    Eu tava bem sem, até a angustia vir
    O dia me ensinou, a noite eu aprendi
    Como é pra relevar, ver chegar, ver partir
    Caminhar sem chorar, sem sair, sem sorrir
    Oscilar sem mentir, sempre aí sem pensar
    Refletir, contemplou, só de olhar demorou
    Que hoje eu li João 3:16 e não adianta amor
    No Hurricane eu aprendi qual senhor do tempo eu sou
    Mas também me vi sozinho
    Vi que o sofrimento faz parte do caminho
    Toda culpa pra esquecer o tempo dissipou
    Tem mente pra julgar e mãos de delator

    [Refrão: Xará]

    [Verso 3: Shaw]
    Se o mundo anda *além da razão*
    Eles perderam as rédeas, e eu só observo essa comédia
    Nego, é um matando o outro, almejando uma classe média
    É, a coisa é séria, que mais prolifera a miséria
    Espera até a bomba do Iran ficar pronta pra tirar férias
    Cultura do ódio, qualquer coisa pra tá no pódio
    Tipo ficar de patrão, se não atrapalhar é óbvio
    Me faz ver que os mais malucos hoje em dia são os mais sóbrios
    Pois os sóbrios estão malucos
    E sempre que eles podem são injustos
    Mesmo valendo um milhão não valem um puto
    Existem os que não fazem e os que fazem contra
    Se entupindo de salmão, deixa o povo pagar a conta
    Eles se encontram além da razão
    Fazem isso pro bem da razão
    Cê não precisa de nada além da ração
    Você não vê que é uma enganação?
    Nem mesmo uma indagação?
    Eu acho que esse é o lado ruim da nação

    [Refrão: Xará]
    This song was submitted on November 28th, 2016.
    Lyrics licensed by LyricFind.

    Songs you may also like

    Contributors

    leaderboard activity

    Comments

    Facebook (0) LetsSingIt (0)